Atendimento médico online: como gerir as demandas do consultório à distância?

atendimento médico online

O atendimento médico online já faz parte da rotina de médicos em diversos países. No Brasil, a modalidade ainda carece da regulação, mas teve sua aplicação flexibilizada em função da pandemia do novo coronavírus.

Nessas situações que exigem a ausência do atendimento presencial, os profissionais de saúde precisam estar preparados para administrar à distância as demandas do consultório. Neste artigo, você vai conhecer algumas dicas para facilitar essa gestão remota.

O que é atendimento médico online?

Trata-se da realização de consultas médicas à distância, através da utilização de plataformas de telemedicina. Por definição, é o atendimento médico feito diretamente com o paciente e mediado por tecnologias de informação e comunicação (TIC).

Ainda, essa modalidade já era uma realidade em países como os Estados Unidos e o Japão, tendo sua aplicação voltada para o atendimento de pessoas com dificuldade de locomoção ou que residem em locais de difícil acesso.

Ademais, o atendimento médico online também já era utilizado para facilitar o acesso dos pacientes a profissionais especialistas com maior experiência. No Brasil, esse formato possibilita a democratização do acesso à saúde.

Isso porque permite que a assistência médica seja levada a populações carentes e/ou a comunidades que não contam com centros médicos. Neste sentido, há uma grande demanda no país para a ampliação do uso da telemedicina.

Regulamentação do atendimento médico online

A primeira regulamentação brasileira da telemedicina ocorreu apenas no ano de 2002, através da resolução CFM nº 1.643/2002. Considerando que o formato já estava consolidado em outros países desde a década de 90, houve um grande atraso no Brasil.

Porém, esta norma ainda não contempla todos os aspectos da telemedicina, o que fez com o Conselho Federal de Medicina (CFM), elaborasse uma nova regulamentação, que foi revogada dias após sua publicação.

Recentemente, a pandemia da Covid-19 e a necessidade de isolamento social permitiu que o atendimento médico online desse um grande passo no país. Isso porque o Governo Federal e o Ministério da Saúde flexibilizaram as regras através da Lei n.º 13.989/2020 e da portaria n.º 467/2020.

Com isso, a telemedicina passa a ser autorizada para atendimento pré-clínico, diagnóstico, monitoramento, consulta online, emissão de receitas e de atestados médicos. Porém, para o atendimento médico online seja realizado, é necessário atender aos seguintes requisitos:

  • dispor de uma ferramenta de telemedicina segura e que garanta a integridade das informações trocadas durante a consulta;
  • registro das informações clínicas no prontuário do paciente, contendo data, hora, tecnologia utilizada, número do Conselho Regional Profissional do Médico e sua unidade de federação;
  • possuir assinatura digital certificada pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil) ou CRM Digital.

Enfim, agora que você conheceu um pouco mais sobre o atendimento médico online e sua regulamentação, saiba quais ações realizar para conseguir gerir remotamente as demandas do consultório.

Como gerir as demandas do consultório à distância?

Com a necessidade de distanciamento e isolamento social, profissionais de saúde precisaram se reinventar para garantir o atendimento dos seus pacientes. Contudo, as demandas diárias do consultório continuaram existindo.

Assim, para conseguir gerir o negócio mesmo à distância, também foi necessário migrar os processos do consultório para o digital. Neste sentido, contar com um software médico se torna um grande diferencial. A seguir, listamos algumas soluções que contribuem para a manutenção dessa gestão.

Agenda médica online

A agenda médica é o coração do consultório, pois é nela que estão organizados todos os compromissos do profissional. Por isso, deve ser administrada de modo eficaz, trazendo organização e facilitando a dinâmica do consultório.

Dessa forma, contar com uma agenda médica online é fundamental para quem precisa gerir as demandas do consultório de forma remota. Assim, mesmo em casa, o médico tem o total controle do seu dia, evitando que se esqueça dos agendamentos.

Agendamento online

Em tempos de pandemia, esse recurso é essencial. Em primeiro lugar, o paciente não precisa se deslocar até o consultório para marcar suas consultas, podendo fazê-lo rapidamente pelo site médico sem a necessidade de intermediários.

Ademais, o agendamento online também facilita a organização do consultório. Com isso, o profissional é atualizado em tempo real sobre as novas marcações, tendo a exata noção dos seu compromissos diários.

A secretária também tem a sua rotina otimizada, pois, em razão da pandemia, pode precisar se ausentar fisicamente do consultório. Sem o sistema de marcação online, essa necessidade poderia implicar em perda de pacientes.

Prontuário eletrônico

Para que o atendimento médico online seja realizado com sucesso, o uso de um prontuário eletrônico integrado à ferramenta de telemedicina é fundamental. Dessa forma, o profissional pode realizar as anotações ao mesmo tempo em que atende ao paciente.

Além disso, esse recurso evita que o médico precise transferir um grande volume de documentos físicos para sua casa, pois, o prontuário digital já armazena todas as informações necessárias para prestar o melhor atendimento possível.

Automações de marketing

Mesmo em tempos de dificuldades, as estratégias de marketing médico não podem ser interrompidas. Isso porque elas continuam a contribuir com a fidelização  até com a captação de pacientes online.

Neste sentido, dispor de um software médico que ofereça automações de marketing fará toda a diferença. Esse recurso permite que a comunicação com o paciente seja mantida, através do envio de lembretes e e-mail marketing.

Gestão financeira

Em momentos de crise, o gerenciamento financeiro do consultório precisa ser ainda mais assertivo. Porém, como manter um bom acompanhamento à distância? Com a implementação de um sistema de gestão.

Ainda, as melhores ferramentas do mercado contam com um módulo financeiro que possibilita o acompanhamento em tempo real da saúde financeira do consultório, evitando que seja surpreendido por despesas inesperadas.

Você não precisa ser um especialista em finanças para utilizar esse recurso. Esses softwares costumam ser projetados de forma didática, com menus intuitivos e funcionalidades fáceis de serem utilizadas.

Plataforma de telemedicina

Por último, o item mais necessário para o atendimento médico online. Para continuar assistindo aos seus pacientes durante a pandemia, é imprescindível contar com uma plataforma segura de telemedicina.

Ainda, em função da grande demanda por esse tipo de atendimento, surgiram inúmeras ferramentas para consultas online. Porém, invista em sistemas que sejam especializados no assunto e reconhecidos no mercado.

Desse modo, você resguarda a segurança e a confidencialidade dos dados do paciente, atendendo às normas da telemedicina. Caso contrário, estará sujeito às punições legais que podem ser impostas pelos conselhos da classe.

Enfim, como você pode perceber, é perfeitamente possível continuar a gerir as demandas do consultório à distância, mesmo em tempos de crise. Com isso, você pode se preocupar apenas em oferecer o melhor atendimento para o paciente.

Portanto, se você deseja realizar atendimento médico online e manter a gestão eficiente do consultório, invista em um bom software médico. Assim, terá a sua disposição diversas funcionalidades que garantirão a excelência dos seu atendimento.

O iMedicina gratuito tem todas as ferramentas que você precisa para crescer! Basta se cadastrar e começar a utilizar todos os benefícios do software médico online que é líder em relacionamento com paciente!

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: